Páginas

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

ERA UMA VEZ O MORRO DO CARECA...

Os espigões de Ponta Negra foram levantados por autorização do então presidente da semurb Ana Machado [e dá-lhe Machado!], depois de levantados, a prefeitura que fazia de conta não saber de nada, mandou embargar as obras.
Daí o Complan - Conselho Municipal de Planejamento Urbano e Meio Ambiente - votou por unanimidade pela retomada das obras.

Vamos ver quem votou favorável à retomada das obras:

-Representante da AGERN (Associação profissional dos Geólogos do RN), Francisco Assuero B. De França;
-Representante da Câmara Municipal de Natal: vereador Raniere Barbosa;
-Representante do Exército: Edson Massayuri Hiroshi;
-Representante da Federação do Comércio: Ronald Gurgel;
-Representante da FIERN: A suplente Ana Adalgisa Dias Paulino. O titular Sílvio Bezerra não votou;
-Representante do Governo do Estado: O suplente Aldo Medeiros Júnior. O titular Fábio Ricardo Silva Góis não votou;
-Representante do IAB (Instituto dos Arquitetos do Brasil-RN): Nélio Lúcio Archanjo;
-Representante do Sindicato dos Economistas: Davi Queiroz de Medeiros;
-Representante do Sindicato dos Sociólogos: Suplente Keila Brandão Cavalcanti. O titular Manoel Matias Filho não votou;
-Representante da UFRN: Fabrício de Paula Leitão;

O secretário de Meio Ambiente, Kalazans Bezerra, não votou.
Já o vice-presidente, Fabrício de Paula Leitão, votou favorável, mas não representando o Conplan, e sim, representando a UFRN.
Também não votaram os representantes dos seguintes órgãos, com cadeira no Conselho de Planejamento: Aeronáutica, Clube dos Engenheiros, Feceb (Federação dos Conselhos Comunitários e Entidades Beneficentes do Estado do RN), Instituto Histórico e Geográfico, Marinha e OAB.
Fazendo as contas: 10 representantes votaram a favor e 7 se abstiveram de votar. Não houve um voto contra sequer.

Eu analiso a situação: O mundo inteiro está falando em preservação do meio ambiente, aquecimento global, aqui no Brasil estamos vivendo situações nunca enfrentadas com tanta intensidade, daí vem esse monte de cabra e vota à favor da destruição de um cartão postal.

O que cada um está ganhando? Desconto na compra de apartamentos com vista para o mar?


Numa hora dessas eu colocaria todos na cadeia em prisão perpétua.


Documento de resgistro dos votos.




Bela vista de Ponta Negra após a contrução dos espigões.

3 comentários:

Lisandra disse...

Até hoje não achei uma definição melhor para Natal do que aquela dada por Clarice Lispector (uma ucraniana): cidadezinha sem caráter.

Lisandra disse...

... que um belo tsunami arrase esses prédios, e que eles sirvam de barreira para que as ondas não passem para o outro lado.
Amém.

Turista Fantasma disse...

Maravilhoso, excelente, incrível!!!!!
Eu nunca vi algo tão fantástico, os investidores estrangeiros e turistas amarão isso e os brasileiros amam, sem dúvidas!!!

Eu imagino estar no topo desse edifício, na piscina, celebrando a vida com amigos numa festa, nós não incomodamos ninguém, podemos fazer barulho... perfeito, não é mesmo?Podemos jogar o lixo do terraço e o vento irá carregá-lo, dessa forma, nós mantemos nossa casa e lar limpos, o que é muito importante nos dias atuais!

Depois de alguns drinks, desceremos o Morro do Careca e surfaremos com nossas pranchas or esquis na praia e na baía de Ponta Negra, e lá, continuaremos com nossas atividades e divertimento...que alegria, idéia soberba da prefeitura e seus especialistas, como sempre, PARABÉNS aos superprofissionais do meio ambiente, de novo PARABÉNS, isso é QUALIDADE DE VIDA essa forma de qualidade de vida não existe no meu país...

Ciaooooo, Ciaoooooooo

yours fantasma turista