Páginas

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

GRIPE SUÍNA QUE NADA, O PROBLEMA É OUTRO...

Então, com esse alarde todo feito pelo governo e mídia sobre a gripe suína, a conclusão que chego após pesquisar os números dessa h1n1 em outros países é a seguinte: O governo através do SUS não tem condições de atender essa quantidade toda de pessoas, já não teria numa situação 'normal'. Imagine a situação: a mídia fazendo todo esse barulho, aí o cara solta um espirro e o povo se afasta com medo, como aconteceu na Paraíba, onde algumas pessoas saíram correndo quando um sujeito espirrou, 'patético'.
Mas é isso que está acontecendo aqui no Brasil, o cara espirra e praticamente te tiram do seu trabalho e te jogam num hospital que não tem as mínimas condições de higiene, como à exemplo do nosso Gizelda Trigueiro, onde as pessoas realmente infectadas não recebem o remédio indicado para tratamento e devolve-as para casa, para morrer em casa.
Sabemos que não se trata de uma gripe, os sintomas são outros, mas a mídia insiste em dizer que não é nada demais e mostra os números crescentes de mortes... Aí o sujeito sem instrução pensa: "uma gripe comum, mas ta matando, mata rápido, é igual a gripe espanhola, vai matar 1/3 do mundo [se fosse o terço dos políticos até que seria legal...].
A televisão, jornal, rádio carece de notícia para suprir a necessidade da população de precisar de sarna para se coçar. Um dia essa gripe terá controle então estou me antecipando e jogando no ar uma notícia enviada por Erich, sobre um estudo realizado no Japão sobre os carrinhos de supermercados. (texto original em inglês e traduzido pela expert na língua inglesa, a Miss Brasil).

Os carrinhos de supermercado são considerados a mais importante ferramenta dos supermercados. Eles ajudam a você fazer as suas compras e transportá-las até o estacionamento, mas você tem idéia de como são perigosos?

Um estudo realizado na Koreia do Sul mostrou resultados inesperados, essa ferramenta pública contamina e transmite bactérias. O estudo, realizado pela Coreia Consumer Protection Board, descobriu que os puxadores dos carrinhos de compras de supermercados são os mais poluídos com bactérias entre os objetos que são freqüentemente usados pelas pessoas, mais até que banheiros públicos.

Os estudos que foram feitos revelaram que existe um milhão de germes em apenas um puxador de carrinho de compras.

Os pesquisadores salientam por que os carrinhos de compras são mais contaminados do que a maioria dos banheiros públicos. Banheiros públicos são limpos e desinfetados regularmente, mas os carrinhos de compras não. De fato, a maioria das lojas limpa seus carrinhos de compras apenas um par de vezes em cada ano ou menos.

Muitos consumidores não percebem, mas carrinhos de compras, foram expostas a bactérias e germes através de fontes, tais como a carne de aves, porco de capoeira, as crianças enquanto está sentado no carrinhos e outros consumidores "doenças.

Sabia que os puxadores dos carrinhos de compras podem abrigar dez vezes mais germes do que quase qualquer outra coisa que você tocar durante o dia? Amostras retiradas dos púxadores mostraram germes, vírus, bactérias e fluidos corporais sobre eles.

Já imaginou a mídia louca, insistindo em você levar suas próprias luvas e máscaras, o ministério da saúde com uma fiscalização para saber se tem pias dentro do supermercado, o rádio informando que as máscaras tem validade pequena e tem que ser trocadas de hora em hora... Gripe suína é pouco, o CAOS vai ser isso.



Os germes, vírus e bactérias residentes nos carrinhos estão um pouco chateados por não ter o seu espaço devido na mídia, ao seu grau de contaminação...

Um comentário:

Lisandra disse...

Este post me fez ir almoçar mais cedo (imaginando a quantidade de germes nas comidas de self service depois que um monte de gente já mexeu, virou e "cuspiu" enquanto conversava e simultaneamente se servia) e tocar no botão do elevador com um papelzinho higiênico.
Fiquei pensando então quantos germes não existem naqueles pitocos de elevador. Deviam fazer uma pesquisa sobre isso :)